Em uma tradução livre, score significa pontuação. Ou seja, score financeiro nada mais é do que um sistema de pontuação que avalia, a partir de uma série de informações, se a pessoa física ou jurídica pode ser considerada uma boa pagadora.

Quanto maior o score financeiro ligado ao seu CPF, mais fácil para as instituições que trabalham com concessão de crédito, empréstimo ou financiamento acreditarem que os pagamentos serão efetuados em dia.

É claro que o oposto também acontece. Um currículo financeiro ruim é sinônimo de propensão à inadimplência e a probabilidade de o pedido de crédito ser aceito é bem menor.

Acompanhe o post a seguir e aprenda como consultar e melhorar sua pontuação para conseguir crédito com taxas mais atrativas. Além disso, aprenda também de que forma a contabilidade consultiva pode ser uma ajuda fundamental para melhorar seu currículo financeiro!

Como funciona o score financeiro?
Atualmente tanto os órgãos de proteção ao crédito, como SPC, Serasa e Boa Vista, quanto algumas fintechs de crédito, como a Rebel ou Foregon, já oferecem consultas gratuitas ao score financeiro.

Mas como funciona esta pontuação financeira, afinal? Por meio de um extenso banco de dados – o da SPC Brasil, por exemplo, tem 180 milhões de brasileiros registrados – e a análise de informações como histórico de dívidas, idade, renda e tipo de empréstimo, a empresa calcula o score.

A pontuação vai de zero a mil pontos, e é dividida em três grupos principais:

Zero a 300 pontos: O risco de inadimplência é muito alto e a dificuldade em conseguir crédito quase sempre é grande.
301 a 700 pontos: A pontuação média mostra que o risco de inadimplência é regular. Apesar de não ser o pior cenário, algumas empresas ainda podem olhá-lo com desconfiança e mostrar um pouco mais de dificuldade em conceder o crédito.
701 a 1000: Este score mostra um risco baixo, ou seja, esta pessoa honra com suas dívidas e, muito provavelmente, terá seu pedido de crédito aprovado e com maiores vantagens.
Vale lembrar que os órgãos de proteção ao crédito apenas oferecem o score financeiro. Quem avalia esta pontuação é a empresa à qual você pediu o empréstimo/ financiamento. Caso o risco apresentado seja médio ou alto, a instituição financeira ou empresa de concessão de crédito pode cobrar juros mais elevados, condições de parcelamento menos favoráveis ou até rejeitar o pedido.

A melhor forma de ter certeza de que seu pedido de crédito será aceito é aumentando sua pontuação de média para alta. Mas como fazer isso? Confira as dicas a seguir.

Como aumentar o score financeiro?
Mudar a pontuação do score financeiro pode levar um pouco de tempo, mas não é uma tarefa impossível. Algumas medidas podem ser tomadas para facilitar esse processo. Mas não se esqueça de que dívidas antigas, mesmo quitadas, ainda podem influenciar negativamente sua pontuação por até 5 anos.

Vamos às dicas:

Quite suas dívidas e regularize a situação do seu CPF.
Faça negociações de dívidas, caso não consiga quitá-las de uma vez.
Evite solicitar crédito mais de uma vez em espaços de tempo muito curtos.
Sempre pague suas contas antes do vencimento. Se estiverem salvas no débito automático, melhor ainda.
Movimente sua conta com regularidade.
Mantenha seus dados cadastrais atualizados nos órgãos de proteção ao crédito.
Se todas estas dicas já foram postas em ação, mas o score financeiro ainda permanece insatisfatório, contar com a contabilidade consultiva pode ser a iniciativa que faltou até agora.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *